sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

O Pequeno Grande Jair

Por : Antonio Paulo Faria
Faz aproximadamente uma semana que faleceu o Jair Lourenço, possivelmente o escalador ativo mais antigo do país, de 70 anos. Escalou durante cinco décadas (50 anos)!!!! Neste ano ele escalou a Leste do Pico Maior de Friburgo em "apenas" seis horas, subiu as Três Marias, que é uma montanha difícil da Serra dos Órgãos, além de outras escaladas exigentes. Ele é autor de várias conquistas. Sinceramente, eu ficava admirado quando olhava aquele cara baixinho de 70 anos com jeitão de professor de matemática (mas desconheço sua profissão), e o danado tinha aparência de um cinquentão!!!
Certo dia, em junho deste ano, cheguei de madrugada nos 3 Picos, deu tempo apenas de colocar meu saco de dormir no chão do abrigo do Mascarim e dormir. Mas percebi que havia alguém dormindo ao meu lado, também no chão, era o Jair. Horas depois, fui escalar a "via dos franceses" com o Fabio Muniz e no cume, encontrei uns velhinhos: Carrozzino (64), Jean Pierre (59), Ivan Calou (+ de 50) e um "molequinho" de trinta e poucos, o "GG" do CEC. O Carrozzino ficou espantado porque eu e Fábio havíamos escalado a "via dos franceses" em 3h e 30 min (o que não é grande coisa), mas fui eu quem ficou surpreso de encontrar aquele senhor de 64 anos no topo do Pico Maior. Entretanto, mais surpreso ainda fiquei depois, ao saber que o Sr. Jair havia também subido a Leste no dia anterior e depois ainda foi dormir no chão do abrigo. Foi um festival de velhinhos emocionante no Pico Maior.
Em novembro deste ano, fui convidado para apresentar, junto com outros colegas, a cerimônia de entrega de "diplomas" para os escaladores veteranos, ou seja, é uma homenagem muito bonita que o Centro Excursionista Brasileiro realiza todos os anos. Quantos velhinhos interessantes! !! Narrei a história acima sobre o Jair e o Carrozzino nos 3 Picos, foi emocionante. Ambos estavam presentes. Mas antes da cerimônia, eu admirava o Jair pelo seu físico e por não ter cabelo branco, além de estar escalando daquele jeito. Ele descobriu recentemente que tinha câncer e faleceu logo. Foi tudo muito rápido.
Fica registrado aqui o seguinte, o importante em qualquer atividade física é não parar, no nosso caso, basta apenas continuar praticando a escalada regularmente e sem excessos. Isso é uma das variáveis já conhecida da equação para atingir uma vinda longa, ativa e sadia. O Jair Lourenço sem dúvida foi um exemplo importante, principalmente para muitos VELHOS DE VERDADE com seus 40 e 50 anos de idade, alguns até com 30!!!
Viva o "Pequeno Grande Jair Lourenço".
Grande abraço.

Um comentário:

Lucas Sthel disse...

eh verdade Baldin.. me enche os olhos, ver um velinho de cabelo braco ( isso de ainda tiver cabelo ) correndo na praia, nadando, jogando bola, mergulhando ou, como o exemplo citado, escalando!! Enquanto muitos se resumem a assistir televisao e gastar toda a aposentadoria em remedios, temos aih bons exmplos de como se viver... e nao apenas sobreviver!!

bonita Homenagem cara!