quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

O uso das mãos na escalada esportiva

Final de uma sessão de boulder em Viana, ES



Na escalada esportiva se tem impressão de uma atividade que se emprega somente a força, que o escalador tem que ser forte. Mas quem realmente pratica não concorda. O escalador não precisa de força o tempo todo e sim de uma parte técnica. Assim, irá economizar energia com o uso corretos das técnicas.




Muito escaladores fazem a via “à vista” com grande esforço para depois, com repetições e mudanças de movimentos, perceberem uma maneira bem mais fácil do que as primeiras tentativas. Durante as mudança de movimentos, o escalador utiliza-se de melhores posicionamento (técnica). É óbvio que existem aquelas vias que são impossíveis de encadenar se não for por meio da força, mas isso não quer dizer que a técnica deva ser deixada de lado.




A parte técnica está dividida nos seguintes assuntos: o uso das mãos, o uso dos pés, posicionamentos estáticos e movimentos dinâmicos. Veremos abaixo o uso das mãos e os nomes das pegadas:








Monodedo, bidedo e tridedo

Pegadas feitas com um (monodedo), dois (bidedo) ou três dedos (tridedo), usando as falanges. São usadas normalmente em buracos pequenos (os famosos “heucos” ou “pockets” americanos).







Pegada Fechada

Este tipo de pegada é uma das mais comuns em escalada, onde as ponta dos dedos ficam quase encostadas na palma da mão. Seu uso é muito comum em agarras pequenas e “regletes”.




Pegada aberta

Essa pegada também é muito comum na escalda. É parecida com a fechada, mas os dedos formam um arco maior. É usada na pegada de agarras grandes, lacas e abaulados que tem espaço para as pontas dos dedos.





Pinça

É uma das pegadas mais odiadas pelos escaladores. Use as pontas dos dedos ou a mão inteira para “pinçar” a agarra. Se aplicam normalmente nas agarras que se projetam da pedra, ou em alguns tipos de fendas.






Estendida ou Primata

Também é uma das pegadas “malditas”. A mão toda forma um arco (principalmente os dedos). Se usa principalmente em abaulados. A aderência da mão na rocha é fundamental.






Invertida

Como o nome indica, se usa com a palma da mão voltada para cima, pode ser com as pontas dos dedos ou com a mão inteira (como uma pegada aberta). As agarras são normalmente lacas de cabeça para baixo.







Entalamento das mãos

O entalamento das mãos se dá com os dedos, com a mão inteira aberta ou com a mão fechada (de punho). Se usa tanto em fenda verticais, como em fendas horizontais. A mão colocada dentro da fenda deve ser “torcida” para gerar forças opostas e garantir a pegada. É comum a proteção das mãos com esparadrapo, para evitar ferimentos.



Autor: Plínio Mattos




Nenhum comentário: