terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Conheça a trajetória do francês escalador Alain Robert, preso em SP



O francês Alain Robert, conhecido internacionalmente como "homem aranha", pelas escaladas solo que faz nos edifícios mais altos do mundo, foi detido pela Polícia Militar ao tentar escalar o Edifício Itália, no centro de São Paulo, na noite de domingo (24).O francês de 45 anos começou a escalar desde pequeno, no sul da França, onde nasceu, e logo tomou gosto pela escalada solo. Em 1982 sofreu um grave acidente durante uma descida de rapel, ficando em coma por 5 dias e com uma sequela na parte interna do ouvido, provocando vertigens até hoje.

A sua fase como “escalador urbano”, solando edifícios altos, começou em 1994, escalando um arranha-céu em Chicago (EUA). O escalador é conhecido também por escalar sem autorização, e é frequentemente preso por onde passa. Segundo ele, isso também faz parte da experiência, que lhe permite conhecer “desde presidentes a presidiários”.




Por outro lado já foi solicitado por alguns governos, como o de Borneu, para escalar seu edifício mais alto, levando mais de 15.000 pessoas a assistir. Já escalou mais de 70 edifícios e monumentos pelo mundo, muitas vezes para arrecadar dinheiro para doações. Em 1997 escalou as Petronas Towers em Kuala Lumpur (Malásia), as torres mais altas do mundo, e segundo o seu site, a sua maior realização até hoje foi a ascensão do Banco Nacional de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, para um público de mais de 100.000 pessoas.


Aqui em São Paulo, segundo a Polícia Militar, por volta das 20h30 de domingo, ele se preparava para escalar a torre do edifício Itália, com 151 metros de altura, quando foi flagrado por seguranças.


Nenhum comentário: