quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Ressola de Sapatilhas

Como se faz... e se vale a pena fazer a própria ressola.
Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, as borrachas das sapatilhas não são "vulcanizadas" no couro (ou seja lá que material for o calçado), elas são coladas. O processo de vulcanização ocorre quando a borracha ainda "crua" (que parece uma massinha de modelar) é moldada no cabedal (parte de cima do calçado), geralmente através de uma matriz, e depois vulcanizada - esquentando a borracha numa temperatura e num tempo especifico. Finalizado o processo a borracha fica "dura", gruda no cabedal e não muda mais de formato. Esse é um processo utilizado em alguns calçados de segurança, alguns tipos de chuteiras de futsal e em alguns tênis, tipo o All Star. Em sapatilhas de escalada e botas de montanha o processo de vulcanização não é utilizado. Aquele papo de "vulcanização a frio" é conversa pra boi dormir, é mentira! Vulcanização a frio simplesmente não existe na industria calçadista. Não dá pra acreditar em tudo que se fala por aí, né?
As borrachas das sapatilhas são coladas (adesivadas) no cabedal dos calçados. Nas fabricas, utilizam-se normalmente adesivos à base de poliuretanos termos reativados. É assim: você prepara as superfícies para receber o adesivo (esse é um processo bem chato); passa a cola, que é liquida, espera que o solvente evapore e a cola "seque" e passa as partes a serem coladas por um forno que vai elevar a temperatura das superfícies até uns 80° C. Feito isso, os dois filmes de adesivos ficam "ativados", moles, e as partes são juntadas e colocas numa prensa (que vai fazer os dois filmes de cola se fundirem). Numa explicação simples, é isso que se faz no processo industrializado.
Ressolas
Os ressoladores, por não possuírem todos os equipamentos, nem o volume de produção de uma fábrica, normalmente usam um adesivo a "frio", ou seja, à base de solventes, e não os termo reativados. Funciona assim: lixa-se a borracha para retirar a camada de oxido (é borracha também enferruja!) e outras impurezas; lixa-se também o cabedal, passa-se uma camada de adesivo na borracha e no cabedal e espera-se secar. A cola ficará fixada nos dois substratos (sola e cabedal). Depois de seca, passa-se novamente uma demão de cola nos nas duas superfícies, para "reativar" os filmes de adesivos, e quando estiverem quase secas, as partes são unidas e prensadas. É necessário prensar, caso contrário as partes vão desgrudar e abrir. Existe a possibilidade de se utilizar um martelo, mas não é o ideal.
Existem duas colas mais utilizadas. Uma é a VIPAFIX, da Vipal (www.vipal.com.br), a outra é a VULCAFLEX (www.vulcaflex.com.br). Dessa última marca convém pesquisar no site o tipo de adesivo mais indicado. Muito importante lembrar que o solvente da cola é tóxico! Sendo assim é necessária a utilização de equipamento de proteção adequado - máscara de proteção contra gases.
Convém lembrar que a colagem é apenas um dos muitos processos que a ressola e o reparo de botas e sapatilhas exigem. Uma pergunta comum entre os escaladores é se vale a pena comprar o material para ressolar a própria sapatilha.O pessoal que faz ressola, pelo menos os que eu conheço, são muitos bons, mas já penaram muito para aprender como fazer a ressola da maneira correta. Sinceramente, eu não acho que vale a pena fazer ressolas e consertos em casa. A não ser, é claro, que você pense em se tornar um “profissional ressolador”.Se for só pra você consertar suas próprias sapatas, acho que não vale a pena; nem o trabalho, nem os gastos com material e equipamento.
Vai ser tanta apurrinhação... procurando adesivo e solado, comprando formas, lixando o bico (muitas vezes de forma errada), cortando, batendo, perdendo cola (que seca na lata), que eu penso que é muito mais barato, fácil e seguro mandar pra um ressolador de confiança.
Estou falando isso porque, há muiiiito tempo, na época do Kichute, eu também fiz algumas ressolas em minha primeira sapatilha, uma Bale, da Boreal.
E veja só o que me aconteceu: virei sapateiro!
Abraços.
Boas escaladas e caminhadas.
Por Fábio Monroe
Nômade - GEO ind. e com. de calçados Ltda.
* A Nômade não faz ressolas de outras marcas (a ressola para a fábrica é um péssimo negocio), só fazem ressola nos produtos Nômade, por respeito aos seus consumidores.
- texto apresentado na lista de discussão do site HangOn (www.hangon.com.br) e adaptado com autorização do autor.

Nenhum comentário: