segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Sala da Justiça - Serra do Cipó, MG

Texto: Fred Viana
Fotos: Gustavo Baxter (http://gustavobaxter.blogspot.com/)



Esse lugar não poderia ser chamado de outra forma....Sala da Justiça!!! Um dos setores mais freqüentados e conhecidos do Grupo 3, na Serra do Cipó, a Sala da Justiça sofreu uma “reforma” por assim dizer no ano de 2007, e os frutos já estão aparecendo!
Após o recente “upgrade” em duas das vias mais clássicas da Sala da Justiça (Heróis da Resistência 9c e Linha da Vida 10a), passaram a ser chamadas de Super Heróis 10a e Projeto de Vida 10c, respectivamente.

Alexandre Fei na Super Heróis 10A

“A Sala da Justiça tem fundamental importância no cenário da escalada brasileira já a um bom tempo, alguns fatores que justificam isso são, qualidade da rocha, estilo da escalada e grau de dificuldade das vias. A somatória disso tudo é um lugar único e particular. Escaladores de várias partes do mundo vêm experimentar um pouco do mármore da Sala da Justiça e quem sabe levar pra casa a cadena de pelo menos uma das preciosas. Este intercâmbio é de grande valor para a evolução do esporte”, justifica Felipe Viana Belisário, que vem de uma forte pré-temporada na Argentina, na companhia de vários outros Brazukas, e que hoje esta se dedicando integralmente a via Linha da Vida, 10a que alia muita técnica e pressão de blocagem.

Esses “upgrades” foram e estão sendo de fundamental importância para a evolução da escalada mineira e brasileira. É claro que não podemos nos esquecer das demais vias da Sala, que não são menos clássicas, como por exemplo, Festinha de Criança 8c, Ética Decomposta 9b, Sinos de Aldebaran 8c.


Gabriel Ramos na Festinha de Criança 8C

“O cipó tava precisando de projetos novos, durante muito tempo tinham mais projetos do que escaladores no Brasil pra resolver os problemas, mas agora muita coisa mudou, temos escaladores brasileiros cada vez treinando mais, e faltando projetos fortes para motivá-los. Talvez um limitante para o grau máximo seja a falta de vias, se aqui tivessem vários 11a's e 11b's, com certeza alguém já teria encadenado”, comenta Julio “Kalango”. Belisário ainda complementa: “O esporte vive de escaladores, escaladores vivem de vias, sendo assim a conquista de vias é essencial para nossa existência. Falo isto considerando desde o bloco a escalada tradicional. A conquista de novas vias no G3 é uma conseqüência disso tudo, faz parte do esporte e se for feito de forma adequada, respeitando padrões e uma ética só temos a ganhar com isso. As vias Projeto de Vida e Super Heróis, que são exemplos perfeitos para o que venho dizendo, são na verdade continuação das vias, no caso da Super Heróis, ela simplesmente ganhou proteções no restante da pedra até o cume, ficou com quase o dobro do tamanho da Heróis original e ganhou uma letrinha!!! 9c para 10a. Na Projeto de vida foi ainda mais fácil, uma variante ligando o final da linha com a Sequelados, nessa o upgrade foi de duas letrinhas. Ambas as vias seguiram um padrão de conquista, não infringiam a ética local e fez com que o G3 ganhasse mais dois 10s!!! Estamos no caminho certo, correndo atrás de quem puxa a fila, como Espanha, França, etc.”

Alexandre Fei na Super Heróis 10A


O escalador e slackliner Carlos Eduardo Diniz também compartilha desta mesma idéia: “A Sala da Justiça teve sua importância para a escalada esportiva mineira a partir das conquistas das vias de alto grau de dificuldade por escaladores experientes como Luiz Claudio Bittencourt “Pita” que com sua visão de futuro deixaram projetos e vias para que as próximas gerações de escaladores pudessem se aperfeiçoar física, mental e tecnicamente para realizar suas ascensões. Inclusive já temos escaladores mineiros como Ricardo Maia “Magrão” que conseguiu a cadena dos upgrades. Historicamente temos escaladores mineiros muito experientes em conquistas de vias, escalada aventura, grandes paredes, mas na escalada esportiva ainda estávamos um passo atrás de outros centros de escalada nacional como Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul.” Até bem pouco tempo atrás, não haviam muitas opções de 10º grau no Brasil, mas com o surgimento de décimos no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e agora felizmente em Minas Gerais, as opções estão aparecendo e o caminho esta mais claro e mais barato. Não é mais necessário sair para fora do país para escalar vias fortes. "...para chegarmos aos 11s temos que ir onde tem 11s ou abrirmos nossos próprios 11s!!!", diz Pedro Rafael “Doença”. A Sala da Justiça já era um destino obrigatório de escaladores brasileiros de ponta, e nos últimos tempos tem sido freqüentado também por fortes escaladores estrangeiros, como a venezuelana Eilin Jubes, que esteve por lá ano passado com seu namorado português deixando todos impressionados com a leveza e força de sua escalada, mas também de ilustres desconhecidos não menos fortes como o inglês Trevor Smith, que passou uma temporada de 3 meses em Cardeal Mota se divertindo na SALA. A Sala da Justiça, comenta Carlos Eduardo, “atualmente ocupa lugar de destaque na escalada esportiva nacional por reunir em um único local de fácil acesso e beleza singular, vias de alto grau de dificuldade, bem protegidas, exigentes e belas. A somatória dessas características fazem do G3 um local bastante visitado por escaladores de todo Brasil e estrangeiros também.” Depois de uma temporada de 30 dias no Valle Encantado, na Argentina, o escalador da Bocaina erradicado em Belo Horizonte, Alexandre Fei esta trabalhando incessantemente na via Super Heróis e reforça a opinião: “A evolução das vias na Sala da Justiça mostra que o nível dos escaladores mineiros e brasileiros está crescendo”.


Felipe Belisário na Linha da Vida 10A


De fato o nome SALA DA JUSTIÇA é muito propício e se enganam aqueles que acham ou imaginam que por lá só existem vias “fortes” A Sala é democrática. Existem dois 6º graus para aqueles escaladores que preferem ou ainda estão escalando vias de grau de dificuldade mais baixo. Bonitinha mas Ordinária e Injustiça Social, esta ultima causou bastante polêmica na época de sua conquista, mas vem sendo desfrutada sem discriminação. A Sala é tão especial e abençoada, que é um dos poucos locais no Brasil onde é possível escalar debaixo de chuva forte, devido à inclinação e sobreposição de suas formações rochosas. É também o lar do mitológico mutante Ratão da Sala, que volta e meia dá o ar da graça entre os escaladores presentes. Salve a Sala da Justiça!!!!

Barão na Linha da Vida 10A


Felipe Belisário na Linha da Vida 10A

5 comentários:

Anônimo disse...

Fotos lindas, mas ainda a muito para ver e fazer na Serra do Cipó, como Trekking, Canyoning, Cavalgada, e muito mais, caso queiram mais informações acessem www.portalcipo.com.br.
Abraços.

Celio disse...

Vale a pena visitar a Serra do Cipó. Paisagens e cachoeiras fantasticas. Mas cuidado com a pousada. Entramos em uma fria na Pousada Varandas da Serra.

Anônimo disse...

Realmente a Serra do Cipó é um lugar de paz, onde nos sentimos mais perto de Deus... Estive neste paraíso em Junho e me hospedei com minha família numa pousada chamada FAZENDA PARAÚNA, o local é maravilhoso, mas infelizmente a dona da pousada é muito mal educada, o passeio tinha tudo pra ser perfeito, mas por conta dessa falta de bom senso por parte dela não foi como esparávamos. Só estou postando esse comentário com o intuito de alertar as pessoas que pensam em visitar a tão querida Serra do Cipó, lá é ótimo, sempre que vamos passear vamos com ótimas expectativas, mas as vezes nos decepcionamos, como foi nosso caso. Que isso não aconteçam com vcs! Abraços a todos.

Anônimo disse...

Realmente a Serra do Cipó é um lugar de paz, onde nos sentimos mais perto de Deus... Estive neste paraíso em Junho e me hospedei com minha família numa pousada chamada FAZENDA PARAÚNA, o local é maravilhoso, mas infelizmente a dona da pousada é muito mal educada, o passeio tinha tudo pra ser perfeito, mas por conta dessa falta de bom senso por parte dela não foi como esparávamos. Só estou postando esse comentário com o intuito de alertar as pessoas que pensam em visitar a tão querida Serra do Cipó, lá é ótimo, sempre que vamos passear vamos com ótimas expectativas, mas as vezes nos decepcionamos, como foi nosso caso. Que isso não aconteçam com vcs! Abraços a todos.

Anônimo disse...

Realmente a Serra do Cipó é um lugar de paz, onde nos sentimos mais perto de Deus... Estive neste paraíso em Junho e me hospedei com minha família numa pousada chamada FAZENDA PARAÚNA, o local é maravilhoso, mas infelizmente a dona da pousada é muito mal educada, o passeio tinha tudo pra ser perfeito, mas por conta dessa falta de bom senso por parte dela não foi como esparávamos. Só estou postando esse comentário com o intuito de alertar as pessoas que pensam em visitar a tão querida Serra do Cipó, lá é ótimo, sempre que vamos passear vamos com ótimas expectativas, mas as vezes nos decepcionamos, como foi nosso caso. Que isso não aconteçam com vcs! Abraços a todos.