quarta-feira, 19 de março de 2008

Novo tratamento para tendinite

O tratamento por ondas de choque desponta como alternativa mais avançada para os casos de tendinite.





As lesões por esforço repetitivo geralmente se manifestam em torno dos 30 anos, como resultado de ações contínuas e do desgaste natural.
A incidência do problema vem se acentuando por conta das muitas atividades de rotina, como digitação, movimentos realizados em linhas de montagem e até mesmo exercícios praticados em academias.
De acordo com a médica fisiatra Ana Lúcia Mourão, que utilizou ondas de choque em atletas do Pan 2007, dores crônicas como tendinite e problemas relacionados a traumas cumulativos podem afetar pescoço, ombros, braços e mãos incluindo ossos, nervos e músculos.
A especialista revela que muitos pacientes vêm encontrando alívio em tratamentos avançados, como as ondas de choque. "Trata-se de um equipamento que emite ondas acústicas capazes de ativar a circulação sangüínea e promover a reparação do tecido inflamado. Além de ser bastante eficiente, o tratamento não é invasivo, não oferece riscos e descarta a necessidade de anestesia".
Segundo a médica, o tratamento também apresenta a vantagem de o paciente não precisar ficar internado nem se ausentar do trabalho. "É uma alternativa dotada de tecnologia de ponta que não necessita de preparo antecipado e que atenua a dor em até 90% dos casos quando o diagnóstico é acertado".
Aprenda a identificar lesões nos tendões:
De acordo com Ana Lúcia Mourão, o diagnóstico das tendinites ocorre através da identificação de três sintomas principais:

1. Dor em local específico;
2. Limitação dos movimentos;
3. Dores relacionadas à prática de esportes específicos,


Enquanto o tratamento tradicional prevê repouso da região afetada, fisioterapia, eletroterapia, medicamentos antiinflamatórios, injeções de corticosteróides e, como último recurso, cirurgia, o tratamento por ondas de choque tem se mostrado uma opção que oferece rápidos resultados e é isenta de efeitos colaterais.



Fonte: http://pedrarachada.com.br e Yahoo Noticias