Messner: Tocha olímpica no Everest é 'farsa' da China


Em entrevista ao jornal alemão Frankfurter Rundschau, Messner declarou que não é a favor do boicote às Olimpíadas de Pequim, mas confirmou o seu apoio às manifestações de protesto contra a China sobre a questão do Tibete.
"Essa é uma farsa dos chineses", comentou o alpinista, referindo-se à decisão de Pequim de levar a tocha olímpica até o Everest. "Por que precisam levar a tocha até lá? De qualquer maneira, a tocha só irá permanecer acesa com o auxílio de truques, porque (naquela altitude) há muito pouco oxigênio e bastante vento".
A China "se colocou em uma situação complicada e a viagem da tocha se transformou na marcha de protesto pelo Tibete. Eu não desejo o boicote dos Jogos Olímpicos, mas apoio os protestos", prosseguiu o primeiro montanhista a escalar sozinho o Everest, em 1980.
Na sexta-feira passada, Messner explicou à agência radiofônica GRT que "não há razão para boicotar os Jogos, porque o esporte não possui e nem deve ter interesse político".
Além de ser um dos primeiros homens a escalar uma montanha com mais de oito mil metros de altura sem usar oxigênio suplementar, no Himalaia tibetano, em 1978, Messner é também o primeiro montanhista a escalar as 14 montanhas com mais de oito mil metros de altitude e o segundo a subir os sete picos mais altos dos sete continentes. (ANSA)

Comentários

Postagens mais visitadas