quarta-feira, 28 de maio de 2008

Realizações Femininas

Vale recaptular sobre feitos realizados por três mulheres no mês de março.
Beth Rodden na via Meltdown.
Foto de Corey Rich - Aurora Fotos. www.climbing.com



A primeira foi Beth Rodden por ter encadenado a via Meltdown, em Yosemite, Califórnia. Apesar de Meltdown ser curta, 15 metros, sua graduação assusta, pode chegar a 5.14c, equivalente ao nosso XIb. Para complicar ainda mais basta dizer que Meltdown é uma fissura ligeiramente negativa. E mais impressionante ainda é que Beth encadenou a via com móveis, sacando-os do baudrier, sem pré-colocar as peças! Foram oito peças ao todo, TCU’s, pequenos offsets e um nut. Para sacar do baudrier de forma rápida os três friends mais essenciais na via ela utilizou de uma estratégia inteligente. Prendeu-os com esparadrapo ao baudrier. Assim não era necessário abrir o mosquetão apenas puxar o friend. Beth já encadenou outras vias de 5.14, mas esta, provavelmente, é a via mais dura já encadenada por uma mulher utilizando proteções móveis.

Charlotte Durif.
Foto Marco Togni. www.marcotogni.it

A segunda mulher que merece destaque é a jovem francesa Charlotte Durif. Ela nem completou 18 anos, mas recém passou à vista numa via de 8b+ (Xc aqui no Brasil), chamada Leon, na França. Ela já encadenou cinco vias de 8c (XIa), mas passar à vista em 8b+ (Xc) é algo raro mesmo entre os homens. A espanhola Josune Bereziartu já havia passado 8b+ à vista, com a via Hidrofobia, mas parece que esta será decotada a 8b. Caso isso ocorra e se confirme o grau da via Leon, aquela encadenada por Charlotte, ela pode se tornar a primeira mulher a realizar um 8b+ à vista no mundo.



Lisa Rands no boulder Mandala.
Foto: Wills Young. www.climbing.com



A terceira é Lisa Rands que mandou o famoso boulder Mandala (V12 ou 8a+ francês). Este espantoso bloco custou a ela três dias de tentativas, além de algumas outras no ano passado. Lisa, 32 anos, tem em seu currículo também o fato de ser a primeira mulher a ter guiado uma via de grau de exposição E8. Foi com a via End of the Affair, que na escala americana chega a 5.12+/5.13-, ou cerca de IXa no Brasil.

Nenhum comentário: