quarta-feira, 14 de maio de 2008

Repetição da Silvio Mendes no Itabira

Pico do Itabira, Cachoeiro de Itapemirim, ES
Foto Baldin


Por 'Zé Marcio' Dorigueto (ES)


Pessoal,
Neste fim-de-semana fizemos uma escalada muuuuito bacana, a via Sílvio Mendes, ou via de 1947, no Itabira. Fomos em 3: eu, Fabrício Amaral e Maurício Sartori "PA". Apesar dos seus 60 anos é uma via com poucas repetições. Além de ser bem longa, a maioria das proteções são em grampos pé-de-galinha, os esticões são frequentes e o desgaste é grande mesmo.
Na 6ª feira à noite encontramos o PA em Cachoeiro, que já havia levado bastante água para o acampamento que usaríamos como base, bem no início da via. No sábado fixamos 150m de corda e descemos. Acordamos às 3:00h no domingo e lá pelas 4:30h, ainda noite, subimos este trecho inicial. Quando o dia clareou começamos a escalar o restante da via. Quando deu 6:00h da tarde estávamos a 120m do cume. Montamos o bivaque num platô bem estreito e passamos uma noite bem fria, menos mal que não choveu. Às 9:30h da manhã da 2ªfeira chegamos ao cume. Após curtir o visual fantástico de Cachoeiro (como diz um conterrâneo de lá, são tantas emoções...) descemos pela face nordeste e, às 3:30h da tarde, terminamos o rapel. Trekking de volta ao acampamento, juntamos as tralhas e descemos com as cargueiras. Chegamos em casa à noite, literalmente mortos...
Se agora a escalada foi difícil, imagina na época da conquista, onde não havia equipo de escalada, proteções móveis, garrafas plásticas, roupas leves e comidas especiais... os caras eram de tirar o chapéu, não é a toa que aquele época de escalada é conhecida como era Sílvio Mendes.

Sdçs e boas escaladas a todos.

Nenhum comentário: