sábado, 12 de julho de 2008

Livro conta a trajetória do montanhista Vitor Negrete



Com lançamento programado para o próximo dia 28 de julho, em São Paulo, o livro “Espírito Livre” conta a história e a trajetória de Vitor Negrete, monhanhista brasileiro que morreu no Monte Everest em 2006.

Antes mesmo de enfrentar a maior montanha do mundo, Vitor começou a registrar em gravações e entrevistas à sua esposa, Marina Soler, as maiores aventuras e expedições. A intenção dele é transformar tudo aquilo em livro.

Com a morte de Vitor em maio de 2006, Marina deu continuidade ao projeto do marido, que culminou no livro “Espírito Livre - Da Transamazônica ao Everest: Como Vitor Negrete chegou ao topo do mundo”.

Com os relatos de Vitor e os quatro anos de convivência ao lado do montanhista, Marina descreve quem foi o brasileiro através de suas aventuras ao redor do mundo. “Quis mostrar como era o Vitor no dia-a-dia, em como ele encarava suas aventuras, as expedições, como ele reagia diante das mais diversas situações”, disse Marina, que explica ainda que a intenção não era fazer uma biografia do montanhista.

Vitor Negrete - O brasileiro morreu aos 38 anos e escalou importantes montanhas ao redor do mundo, dentre outras tantas aventuras, como a de atravessar a Transamazônica de bicicleta. Ele chegou ao cume do Monte Everest por duas vezes e escalou o Aconcágua pela Face Sul, uma das escaladas técnicas mais difíceis do mundo.

Casou-se com Marina com três meses de namoro e viu seu primeiro filho, Leon, nascer aos pés do Aconcágua. Depois veio o mais novo, David, que tinha sete meses quando o pai faleceu.

O corpo de Vitor continua no Acampamento 3 da face Norte do Monte Everest (8.300m). Para os tibetanos quem morre na montanha tem o espírito elevado.


Serviço

Data: 28/07/2008 (segunda-feira)
Local: Livraria Cultura - Shopping Villa-Lobos (Avenida Nações Unidas, 4777)
Horário: 19h
Autora: Marina Soler
Editora: Rocky Mountain
168 páginas



Nenhum comentário: