terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Tesouros do A2: Tradicional em Ibiraçu, ES

.
A Pedra da Bruxa (montanha à frente) em Baixo Guandu, ES.
Foto Raul Rothschaedl.



Na semana passada rodamos mais de 400km pelo interior do Espírito Santo em busca de uma nova montanha para conquistar. O objetivo incial era essa maravilha ai na foto acima, conhecida como Pedra da Bruxa (percebe-se o rosto de perfil, né?). Mas quando estávamos lá, aos pés dela, percebemos que a empreitada iria demandar mais tempo/dias do que tínhamos disponíveis. E com um nó entalado na guela, deixamos a conquista da Bruxa para uma próxima investida. Que venha 2011!


André repetindo e usufruindo da sua conquista. Foto Oswaldo Baldin.


Na volta passando por Ibiraçu, o André nos pilhou para escalarmos a via que havia conquistado com Fred Knopp em abril deste ano: "Tesouros do A2, 4º IV+ 220m". E então eu, Raul e André fizemos a primeira repetição da via, levando o livro de cume para o seu aposento.


Linhas, do acesso e da via. Foto Oswaldo Baldin.


A via fica localizada numa daquelas trocentas paredes que se observa em qualquer estrada que se cruze pelo ES. E por se tratar de muita rocha nesse nosso estado, muitas destas as vezes acabam passando por despercebidas, tamanha a quantidade de verdadeiros monumentos rochosos.

No Espírito Santo mais complexo do que a própria conquista, é escolher qual montanha à conquistar. Que bom, né!?

Mas Fred e André notaram que algo de interessante poderia acontecer ali naquele motel em Ibiraçu... Ops, aliás, na parede atrás do motel! E com alguns bate e volta matutinos (já que moram lá, em Ibiraçu) conquistaram a Tesouros do A2... que fica ali, 5km depois da cidade, à sua direita, atrás do Motel A2.


Raul na terceira enfiada. Foto Oswaldo Baldin.


Pra mim o crux é achar o início da via, ou seja, o primeiro grampo. Além de estar alto (mas num trecho beeeem fácil), é ainda mais difícil de ser enxergado porque é da cor da rocha (zarcão marrom, é mole?). Mas vou tentar explicar: A caminhada inicia na cerca que sobe em direção a pedra. Lá na pedra tem uma mini matinha (mini mesmo!!!). Tens que subir na rocha e caminhar para a direita, uns 30m. Dai olhe pra cima, coloque sua visão para trabalhar com zoom e, boa sorte. Quem procura, acha!


Referencia da via? Ali, logo atrás do motel. Foto Oswaldo Baldin.


A via é muito legal, recomendadíssima pra quem esta iniciando na escalada tradicional. Tem bastante agarras, sólidas, e foi protegida da maneira ideal para garantir a segurança. Recomendo! Parabéns aos amigos Fred e André pela conquista.

.

2 comentários:

RgRfotografias disse...

Ficou massa o post, e a minha foto... ficou show... legal mesmo! A do topo do blog também!!! Grande Baldin! Tô aprendendo muito nessas escaladas... e parabéns ao André e Fred a via realmente é ótima!!!

Baldin disse...

valeu Raauuuuuuuuul!