quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Conquista da Pedra do Caramujo (ES)

.
Cruzando a BR101 norte indo para o norte do ES, sempre avistava uma montanha muito interessante à direita da rodovia, nas imediações de Ibiraçu (à 70km de Vitória). Montanha essa que já era conhecida pelos escaladores locais Fred Knopp e André Luiz, mas ainda virgem da presença de escaladores.

No último feriado fui pra lá com o Marcos Palhares "Tatu" com o equipamento de conquista no carro, já vislumbrando a certeza de uma via naquela montanha. E o Tatu, sempre com o seu 'dom' de vizualizar imagens e semelhanças das montanhas com alguma coisa, já logo sugeriu um nome pra essa: Pedra do Caramujo.


Pedra do Caramujo em Ibiraçu. Foto Oswaldo Baldin.


Encontramos com o André e nos debandamos pelas estradas de terra rumo a montanha. Na ânsia da conquista erramos o acesso, e perdermos um tempo precioso que era pra pegar a rocha na sombra. E depois de pedir autorização para o proprietário das terras, fizemos uma rápida caminhada até a base, visualizamos a linha mais bonita da parede, e começamos a conquistar nos fritantes raios de sol do meio dia!

O André e o Tatu se revezaram na conquista da primeira metade da enfiada inicial. Depois segui e a finalizei com 55 metros em um bom platô. Na sequência conquistei a segunda enfiada também com 55 metros, passando por dois crux's, e finalizando em um platô de vegetação. A conquista estava fluindo rápido, e desse ponto já víamos o cume perto. Poderíamos ter finalizado a conquista nesse mesmo dia, mas como não estava nada agradável escalar naquele calor todo - e como não estávamos com pressa alguma -, com o sol ainda alto no céu resolvemos descer e deixar a finalização da via para o dia seguinte.

Na sombra do período da manhã subimos os 110 metros, agora com Fred e Eliezer juntos (o André não pode estar). Deixamos as honras do cume para o amigo mineiro Eliezer, para que pudesse realizar o primeiro cume conquistando no estado. E a terceira enfiada ficou muito interessante, marcando bem no finalzinho o crux da via.


Conquista em ação! Foto André Luiz.


A via foi batizada de "1min 4seg" (estranho né?), e ficou com 160 metros de uma escalada super agradável em agarras, e com um belo visual do cume. Pode ser graduada inicialmente como "4º V+ E3", protegida com chapeletas e paradas em grampos. São necessárias sete costuras (três longas) e corda de 60m (duas, para possibilitar os rapéis). Deixamos o livro de cume debaixo de uma laca, à uns três metros a esquerda da parada.

E o porque desse nome de via super estranho? Resumidamente... resultado de uma noite mal dormida na véspera do cume, pois estávamos aguardando uma programação na TV na madrugada que só durou 1 minuto e 4 segundos...


Linha da via "1 Min 4 Seg". Foto Oswaldo Baldin.


Acesso: Seguir pela BR101 norte, passar por Fundão e observar que alguns quilômetros adiante terá o bairro Guatemala (que pertence a Ibiraçu): fácil identificar pois tem um ponto de ônibus à direita da pista. Neste local pegue uma estradinha de terra descendo, e passando nas primeiras casas suba para a direita e siga pela estrada principal. Descendo uma ladeira (de onde se tem uma visão frontal da pedra), pegue para a esquerda (em uma bifurcação) e vá subindo em direção a montanha. O carro vai até bem próximo da pedra. A caminhada não dá nem 10min: sobe-se um pequeno trecho de bananal e segue em diagonal para a direita. O início da via é bem demarcado pela presença de duas grandes lacas encostadas da base da rocha.

A montanha fica dentro do Sítio Boa Vista, que é de propriedade do Sr. Vanderval Gorza. Antes de escalar comunique da sua presença no local ao proprietário, numa casa que fica bem mais abaixo... lá naquela bifurcação, é uma casa logo acima, a direita.

.

Nenhum comentário: